top of page

Bem-vindo ao blog da Plataforma Engo

Aqui você vai encontrar os mais diversos posts voltados para o ramo da construção civil!

Novidades e inovações na construção civil

Dicas de técnicas de trabalho

Materiais de estudo para concursos

e muito mais...

Design sem nome (7).png
Design sem nome (8).png

Encontros vocálicos - O que estudar para concursos públicos

+ Faça o curso de REVIT PARA ARQUITETOS 7.1 por $197. Clique aqui

+ Faça o curso de REVIT PARA ENGENHEIROS 5.0 por $197. Clique aqui


Continuando nosso estudo de fonemas, vamos abordar, hoje, os tipos de fonemas para posteriormente estudarmos os encontros vocálicos (ditongo, tritongo e hiato).


Para começar, vamos fazer algumas considerações sobre vogais e semivogais


Vogais e semivogais

As vogais são os fonemas sonoros que está em toda sílaba (há necessariamente uma única vogal por sílaba), sendo este um pré-requisito para formar a sílaba(não tem sílaba sem vogal, ok)


Dica!


Na sílaba, só cabe UMA vogal, apenas UMA, ok. Cuidado que estamos falamos de vogal e não letras, não confundam...


Vale ressaltar que a letra A sempre corresponderá ao fonema VOGAL. As demais letras – E, I, O e U – ocasionalmente podem funcionar como vogal; ocasionalmente como semivogal. I e U sempre serão semivogais quando aparecem em ditongo...falei, reparei, pulou


  • Na palavra PAULADA, já sabemos que o A, sempre é vogal, logo o U é semivogal

  • veja a palavra PNEU - Na palavra PNEU, quem é pronunciado de forma mais intensa é a letra E, logo corresponde ao fonema VOGAL. E a letra U, que perde a disputa, corresponde ao fonema SEMIVOGAL. entendeu (I e U sempre serão semivogais quando aparecem em ditongo...falei, reparei, pulou)? Só há espaço, portanto, na sílaba para uma vogal! Quem estiver ao seu lado, ou será consoante ou semivogal (sons vocálicos ditos com menos força).

Veremos mais à frente que isto forma um ditongo...rsrs


  • Já a palavra COELHO - O e E, são pronunciadas com a mesma intensidade, logo são duas vogais e por isso devem estar separadas, porque não pode haver duas vogais em uma mesma sílaba, ok? CO-E-LHO.

Veremos mais à frente que isto forma um hiato...rsrs



Compartilho com vocês um link de um canal do youtube bem interessante e didático. Clique aqui



Continuando o nosso estudo, vimos que não tem como se preocupar com encontros vocálicos, antes de ter entendido muito bem as vogais e semivogais.


Encontros vocálicos são encontros de vogais ou semivogais, sem consoantes intermediárias. Eles acontecem na mesma ou em outra sílaba e são classificados em: ditongo, tritongo e hiato.

DITONGOS - quando dois sons vocálicos estão juntos na mesma sílaba - vogal e semivogal (V-SV ou SV-V).


  • PEIXE..... PEI-XE-------E com som forte (vogal) e já te falei que o I em ditongos sempre é semivogal

  • SAUDADE.....SAU-DA-DE------A sempre é vogal, logo U é semivogal(lembre-se também da regra supracitada)

O ditongo pode ser classificado ainda em:

  • Ditongo crescente ou Ditongo decrescente (relacionado com o estudo que fizemos das vogais e semivogais)


Ditongos crescentes


É quando há na sílaba a junção de semivogal + vogal

Ex: qua-dra-do (u=SV, a=V)----A sempre é vogal, logo U é semivogal


Ditongo decrescentes


É quando, na mesma sílaba, junta-se vogal + semivogal

Ex: noi-te (o=V, i=SV)------, já sabemos que o O é mais forte, ademais podemos confirmar que o I em ditongos é sempre semivogal



TRITONGOS é o encontro vocálico que consiste na sequência semivogal+vogal+semivogal (SV + V + SV) na mesma sílaba.


Vejamos exemplos de tritongo:

  • Pa – ra - gUAI.... A sempre é vogal

  • de-sá-gUEM,

Note que o M final produz efeito de semivogal I: /d//e/-/s/a/-/g//U/Ê//I/


Atenção!


Volto a pedir para não confundir o encontro de três letras vogais com o encontro de três sons vocálicos. Não é a mesma coisa, ok?


Observe a palavra qUEIjo, há três letras vogais lado a lado na mesma sílaba, mas não há três sons vocálicos, haja vista que o U não é pronunciado, pois forma com a letra Q o dígrafo QU (ver o que eu expliquei em fonologia). Transcrevendo foneticamente e, ao mesmo tempo, separando silabicamente, teremos: /k//E//I/ - /j//o/ Não é um tritongo, e sim um ditongo que encontramos na palavra QUEIJO.


Hiatos


Os HIATOS consistem no encontro de duas vogais (V-V). Como duas vogais não podem ficar em uma única sílaba, as vogais do hiato devem ficar em sílabas diferentes. É o que ocorre em

  • se – cre – ta – rI – A;

  • pa – da – rI – A;

  • vI – Ú – va;

  • fA – Ís – ca,


CURIOSIDADE


Existe uma figura inusitada na fonética, chamada de falso hiato ou ditongo duplo. Consiste na sequência V-SV-V. Deixe-me explicar melhor. Em palavras como PRAIA, temos a vogal /A/, a semivogal /I/ e novamente a vogal /A/. Na separação silábica, convencionou-se que a semivogal fica com a primeira vogal, resultando em: PRAI - A

bottom of page